Camisa Amarela Lyrics

Gal Costa

Gal Costa - Camisa Amarela Lyrics

Encontrei o meu pedaço na avenida de camisa amarela
Cantando a "Florisbela", a "Florisbela"
Convidei-o a voltar pra casa em minha companhia
Exibiu-me um sorriso de ironia
E desapareceu no Turbilhão da Galeria"
Não estava nada bom
O meu pedaço na verdade estava bem mamado
Bem chumbado, atravessado
Foi por aí cambaleando, se acabando no cordão
Com o reco-reco na mão
Mais tarde o encontrei num café zurrapa
Do largo da Lapa
Folião de raça
Bebendo o quinto copo de cachaça
Voltou às sete horas da manhã, mas só na quarta feira
Cantando "A jardineira", "A jardineira"
Me pediu ainda zonzo um copo d'água com bicarbonato
O meu pedaço estava ruim de fato
Pois caiu na cama e não tirou nem um sapato
Roncou uma semana, despertou mal humorado
Quis brigar comigo, que perigo, mas não ligo
O meu pedaço me domina, me fascina
Ele é o tal
Por isso não levo a mal
Pegou a camisa, a camisa amarela
Botou fogo nela
Gosto dele assim
Passou a brincadeira e ele é pra mim.

Translate Gal Costa - Camisa Amarela lyrics to:
In order to see the lyrics of Gal Costa - Camisa Amarela it is necessary to have java script enabled browser. We have another 27 lyrics of songs by Gal Costa, that you are able to see on the right or clicking on the artist's name. We plan in the future to enable the possibility to make translations of Gal Costa - Camisa Amarela lyrics on your own or other languages.

Example: To see English translation for the Gal Costa - Camisa Amarela lyrics please choose from the dropdown list English.