Da Mãe Lyrics

Zé Ramalho

Zé Ramalho - Da Mãe Lyrics

Escrever para a mãe
Como quem escreve para o início
Para a origem do primeiro sopro
Para as carnes que me envolveram

Em meu corpo pleno de plasma
Escudo, cama e o teto
Quando tudo era de cristal
Mulher de ferro derretida em fogo

Lava cuspida em dor e cor
Estaticamente parada de pé
Escorrega e espera-me
Que um vulto passe e lhe toque

Sua pele metálica e macia
Rígido olhar de procuras
Mordida de átomos
Alquímicas e nuas

Suas duras paixões
Movimentos quebraram
Dunas e arestas do estômago
Que a mim tão bem me cabiam

Escrever para a mãe
Como quem escreve para o início
Para a origem do primeiro sopro
Para as carnes que me envolveram

Em meu corpo pleno de plasma
Escudo, cama e o teto
Quando tudo era de cristal
Mulher de ferro derretida em fogo

Lava cuspida em dor e cor
Estaticamente parada de pé
Escorrega e espera-me
Que um vulto passe e lhe toque

Sua pele metálica e macia
Rígido olhar de procuras
Mordida de átomos
Alquímicas e nuas

Suas duras paixões
Movimentos quebraram
Dunas e arestas do estômago
Que a mim tão bem me cabiam

Escrever para mãe, para mãe, para mãe
Para mãe, para mãe, para mãe, para mãe

Translate Zé Ramalho - Da Mãe lyrics to:
In order to see the lyrics of Zé Ramalho - Da Mãe it is necessary to have java script enabled browser. We have another 5 lyrics of songs by Zé Ramalho, that you are able to see on the right or clicking on the artist's name. We plan in the future to enable the possibility to make translations of Zé Ramalho - Da Mãe lyrics on your own or other languages.

Example: To see English translation for the Zé Ramalho - Da Mãe lyrics please choose from the dropdown list English.

9.43 out of 10 based on 42 ratings.

Download Zé Ramalho - Da Mãe with Youtube to Mp3 downloader